Quem produz os orgânicos da Orgânicos in Box?

Conhecer a origem do que a gente consome é muito importante. Olhe na sua despensa ou lembre de sua última refeição: de onde vêm os alimentos que você come?

Saber a procedência da nossa comida é um exercício diário que envolve ler rótulos, se informar, pesquisar. Sua comida é produzida sem veneno, respeitando o meio ambiente e as pessoas? Ela é parte de uma produção justa e sustentável?

Nós da Orgânicos in Box temos orgulho em dizer que tudo que oferecemos é orgânico certificado, e isso significa que os alimentos são resultado de uma produção social e ambientalmente responsável, com trabalhadores devidamente regularizados e propriedades que seguem as normas de preservação ambiental. Por isso, quando você escolhe comprar com a gente, pode ter certeza de que está fazendo uma escolha boa para você, para o meio ambiente e para o trabalhador rural.

Nossos alimentos são produzidos por pessoas reais, comprometidas com a causa dos orgânicos, e queremos apresentar algumas delas para vocês.

Mônica Kneip – Oka

Nossos ovos são produzidos pela parceira Mônica Kneip, da Oka Orgânicos, em Secretário, na região serrana do Rio de Janeiro. As galinhas são livres para ciscar e recebem alimentação 100% orgânica, o que garante que seus ovos sejam completamente livres de agrotóxicos. Os ovos da Oka são certificados pela ABIO  (Associação de agricultores Biológicos do Estado do Rio de janeiro) e você encontra no nosso mercado.

Pedro Rattes – Fazenda das Biquinhas

O Pedro Rattes, da Fazenda das Biquinhas, na região da Posse, em Petrópolis, é nosso parceiro de longa data. A história de Pedro com a fazenda é muito bonita: Biquinhas, antigamente uma produtora de café, estava degradada e improdutiva, e Pedro, utilizando técnicas da agricultura sintrópica, tornou-a produtiva e saudável de novo. Toda sua produção é certificada pela ABIO.

Zé, Diogo e Leo – Fazenda Vista Alegre

produtores parceiros da orgânicos in box: fazenda vista alegre
Créditos da foto

A produção de orgânicos da Fazenda Vista Alegre, que fica em Teresópolis, é tocada por três amigos de infância: Zé, Diogo e Leo. Nossa parceria com eles começou em 2015, logo depois que Zé decidiu se afastar da cidade e morar na propriedade de sua família. Hoje a fazenda produz mais de quatro hectares de plantações entre temperos, folhas e raízes, e é referência na produção orgânica de Teresópolis.

***

Quer fazer parte dessa comunidade e receber alimentos saudáveis, livres de agrotóxicos e produzidos de maneira responsável na sua casa? Conheça nossas assinaturas de orgânicos.

Faça a sua assinatura Orgânicos in Box e receba produtos desse e de vários outros produtores

Produtos relacionados

Produtores da Orgânicos in Box: Marcelo, da BonaMielo

Marcelo, da BonaMielo

Série Quem são os produtores da Orgânicos in Box

A parceria da Orgânicos in Box com a BonaMielo começou em 2018, e desde então acompanhamos de perto a produção de mel do Marcelo, o zootécnico e apicultor por trás da BonaMielo, cuja sede fica em Três Rios (RJ). Com o auxílio de uma rede de apicultores parceiros e um funcionário que ajuda no envase, o mel do Marcelo é produzido por abelhas da espécie apis melífera, uma abelha europeia, já muito comum no Brasil.

Marcelo, produtor de mel da BonaMielo, parceira da Orgânicos in Box
Marcelo, da BonaMielo, produtor parceiro da Orgânicos in Box

Diferente das abelhas nativas brasileiras, a abelha européia têm o famoso ferrão, um sistema de defesa da espécie, que só usa quando se sente ameaçada. Aliás, falando em ameaça, esse é um tema importante quando falamos em abelhas. Isso porque o uso indiscriminado de agrotóxicos e o desmatamento estão ameaçando as abelhas de extinção no mundo inteiro, e esse risco acarreta consequências cujas dimensões ainda são difíceis de mensurar. As abelhas, além de produzir mel, são essenciais para a polinização das plantas, inclusive de frutas e vegetais que compõem a nossa alimentação, como tomate, berinjela, café e cacau, e a situação é tão grave que a ONU já alertou para os riscos da escassez de alimentos no mundo todo caso as abelhas entrem em extinção.

Mas a causa das abelhas ainda não está perdida, e isso tem tudo a ver com a conscientização cada vez maior dos malefícios dos agrotóxicos e o consequente aumento das produções orgânicas, além do engajamento de pessoas que abraçam a causa e realmente fazem a diferença. Uma dessas pessoas é o Marcelo que, paralelamente à produção e comercialização de produtos melíferos, como mel, própolis e pólen, também tem um projeto super bacana, o Adote uma Colmeia. Através do projeto, Marcelo consegue arrecadar fundos para investir em novas colmeias, formar novas colônias e aumentar a população de abelhas. Em troca, os investidores recebem o título de co-apicultor, além da devolução do valor pago em produtos.

Marcelo, produtor de mel da BonaMielo, parceira da Orgânicos in Box
Marcelo, da BonaMielo, produtor parceiro da Orgânicos in Box

O mel produzido pelas abelhas da BonaMielo é chamado de mel multifloral, pois a produção é feita em 7 apiários diferentes certificados pela ABIO, localizados em Petrópolis, Teresópolis, Três Rios, Santana do Deserto e Paraíba do Sul, todos no Estado do Rio. A produção varia de acordo com a florada de cada espécie nativa, como assapeixe, eucalipto e aroeira, e Marcelo viaja com suas colmeias para cada região de acordo com a época. Para nós não tem preço uma parceria como essa. É muito gratificante saber que, ao oferecer o mel BonaMielo a nossos clientes, ajudamos não só as pessoas a ter uma alimentação orgânica, livre de veneno, mas também a apoiar produtores como o Marcelo, engajado na causa das abelhas. Conheça os produtos BonaMielo no nosso mercado.

Faça a sua assinatura Orgânicos in Box e receba produtos desse e de vários outros produtores

Produtos relacionados

Produtores da Orgânicos in Box: Edivaldo, da Serra da Mantiqueira

Edivaldo, da Serra da Mantiqueira

Série Quem são os produtores da Orgânicos in Box

Edivaldo, produtor parceiro da Orgânicos in Box

O Edivaldo tem uma história que faz a gente ter certeza de que a causa dos orgânicos é uma pela qual vale a pena lutar. E é um caminho sem volta.

O sítio do Edivaldo fica em Delfim Moreira, pequeno município na região da Serra da Mantiqueira (MG), próximo à divisa com o estado de São Paulo. O produtor trabalha com orgânicos na região há mais de 10 anos, quando fez a transição da agricultura convencional para a orgânica.

Antes de cultivar orgânicos, Edivaldo trabalhava na lavoura de batatas em uma região próxima à cidade de Maria da Fé, também na Serra da Mantiqueira, conhecida como a capital da batata. Na época toda a família trabalhava na agricultura, e seu irmão teve vários episódios de intoxicação por agrotóxicos, sendo hospitalizado mais de três vezes.

Isso já foi suficiente para alertar Edivaldo e sua família dos perigos do agrotóxico, que também eram observados no meio ambiente, com a degradação do solo e a secagem de nascentes de água. Mas o que realmente assustou a família foi Marcelo, um de seus filhos, ser diagnosticado com hidrocefalia aos dois anos de idade, uma doença rara que aumenta a quantidade de fluidos no cérebro, dilatando a cabeça e causando a perda das funções motoras. A doença acabou sendo atribuída ao contato com agrotóxicos, já que a propriedade em que Edivaldo e sua família viviam e trabalhavam era constantemente pulverizada com os químicos. E não foi à toa: Maria da Fé era conhecida não só pela abundância de plantações convencionais de batata, mas também pelo número alarmante de casos de hidrocefalia em crianças e idosos causados por uso de químicos agrícolas.

Depois de alguns anos de luta e tratamento, Marcelo se recuperou e hoje é um rapaz saudável de 22 anos. Mas o susto foi suficiente para fazer a família repensar tudo, e foi a partir disso que Edivaldo decidiu abandonar as lavouras convencionais e buscar uma alternativa que trouxesse mais saúde e qualidade de vida para ele, a família e o meio ambiente.

Na época das lavouras tradicionais, Edivaldo trabalhava arrendado e hoje é dono de seu terreno, onde vive com a família e conta com a ajuda de dois motoristas e dois funcionários na roça. Edivaldo atua ativamente na comunidade orgânica da região e também trabalha como distribuidor de orgânicos com a Orgânicos da Serra, que ajuda 15 produtores da Serra da Mantiqueira a escoar suas produções. Em sua propriedade cultiva pêssego, tomate italiano, tomate grape, abobrinha, morango e goiaba. Através da Orgânicos da Serra, também fornece raízes, abacate, tangerina e banana.

Produtores parceiros da Orgânicos in Box: conheça o Edivaldo

A parceria com a Orgânicos in Box começou em agosto de 2019 e hoje representa 40% dos pedidos de orgânicos que recebe. Desde que começamos a trabalhar juntos, Edivaldo aumentou seu faturamento, comprou um carro novo e contratou dois motoristas para fazer as entregas no Rio. Apesar de os orgânicos virem de outro estado, eles chegam em menos de 24h no nosso centro de distribuição, bem fresquinhos.

Produtores da Orgânicos in Box: conheça o Edivaldo

Trabalhar com orgânicos direto do produtor rural nos permite fazer parte de histórias lindas como a do Edivaldo. A alimentação transforma, e seu impacto vai muito além da comida saudável que seu corpo recebe. Pense nisso quando receber sua próxima cesta 🙂

Se ainda não faz parte da nossa comunidade, conheça nossas cestas de orgânicos.

Faça a sua assinatura Orgânicos in Box e receba produtos desse e de vários outros produtores

Produtos relacionados

Produtores da Orgânicos in Box: Raiz Capixaba

Raiz Capixaba

Série Quem são os produtores da Orgânicos in Box

 O Raiz Capixaba é mais do que um produtor parceiro da Orgânicos in Box: são vários. Baseado no Espírito Santo, seu trabalho é criar uma rede de produtores rurais, conectando-os a quem quer comprar orgânicos, aliando tecnologia e o conhecimento no campo.

Por trás da Raiz Capixaba estão o José Eduardo e o Flávio César, além de sua equipe e mais de 100 produtores orgânicos cadastrados na região de Santa Maria de Jetibá (ES). O trabalho é feito em duas pontas: de um lado, ajudam famílias produtoras a obterem a certificação orgânica, a se profissionalizarem e a planejarem a produção a partir das demandas do mercado, ou seja, plantar aquilo que vão conseguir vender de forma organizada e sistemática. Do outro lado, conectam empresas, como a Orgânicos in Box, à sua tecnologia para suprir as demandas, acompanhando a previsibilidade de produção de todas as famílias produtoras em todas as fases dos cultivos. Isso significa que sua tecnologia é capaz de prever o resultado das produções agrícolas de cada família, garantindo a colheita para quem quer comprar. 

O resultado disso é um preço justo pela produção, aumento de renda para as famílias produtoras, redução do desperdício de alimentos, já que só se planta aquilo que terá venda garantida, além do acompanhamento e rastreabilidade da produção.

José e Maurício, da Raiz Capixaba, produtor parceiro da Orgânicos in Box
Na foto: José Eduardo, fundador da Raiz Capixaba, o produtor Maurício e sua filha

A parceria com a Orgânicos in Box começou no início de 2020, mas nossa história já vem desde 2018, quando nos conhecemos, e a Raiz Capixaba ainda era só uma ideia. O mais legal do nosso trabalho juntos é que quando fazemos um pedido de orgânicos, compramos de vários produtores rurais ao mesmo tempo, que têm plantações complementares.

Lindomar, da Raiz Capixaba, produtor parceiro da Orgânicos in Box
Produtor Lindomar colhendo cenouras

Com os pedidos semanais que fazemos para montar as cestas dos nossos clientes, impactamos de 20 a 30 produtores por semana, gerando uma renda de pelo menos um salário mínimo e trazendo estabilidade financeira para essas famílias. Indiretamente, nossa parceria também valoriza o trabalho no campo e impacta os trabalhadores que fazem o frete dos orgânicos até o Rio, que chegam aqui em menos de 24h após serem colhidos. Um dos motoristas que faz o frete desde o início do projeto começou a trazer os alimentos em uma Fiorino e hoje já tem um caminhão! É muito gratificante ver o impacto financeiro em todas essas vidas e, mais do que nunca, acreditamos que abundância gera abundância.

Para fazer parte dessa comunidade e também impactar não só a sua vida com mais saúde, mas também a de muitas outras pessoas, conheça nossas cestas de orgânicos. Clique aqui e saiba mais.

Faça a sua assinatura Orgânicos in Box e receba produtos desse e de vários outros produtores

Produtos relacionados

Produtores da Orgânicos in Box: Monica, da Oka Orgânicos

Monica, da Oka Orgânicos

Série Quem são os produtores da Orgânicos in Box

Oka Orgânicos começou com o desejo da Monica, nossa produtora parceira, de montar uma hortinha em seu sítio, em Secretário, na região serrana do Rio. Para enriquecer o solo, começou também uma pequena criação de galinhas, que ajudavam a adubar a horta. Seu cultivo era apenas para consumo próprio, e o excedente, incluindo os ovos, era vendido para amigos e familiares.

Logo, o que era um hobby ganhou outras proporções. Os ovos começaram a ter mais procura, então Mônica decidiu investir em mais galinhas e na certificação orgânica, que recebeu por auditoria da ABIO. A parceria com a Orgânicos in Box começou pouco tempo depois, em 2019, e hoje os ovos do nosso mercado vêm de lá.

As galinhas, que antes eram as coadjuvantes do sítio, hoje são as protagonistas. A horta que Mônica começou lá atrás agora é exclusiva para a alimentação dos animais, que também comem ração orgânica específica para a espécie. As galinhas da Oka são livres para ciscar e ter sua própria rotina, e elas adoram folhas e banana! Com o plantio e a criação de galinhas, Mônica consegue manter uma produção autossustentável: os alimentos da horta são todos consumidos pelas galinhas, e o excremento dos animais aduba a terra, mantendo o solo sempre rico, renovado e fértil para seguir produzindo alimentos para elas.

É essa alimentação variada, livre e orgânica que faz dos ovos caipiras orgânicos únicos: seu formato, tamanho e coloração varia com a rotina alimentar e os hábitos da galinha. Por exemplo, quando aparece um ovo com a casca esverdeada, isso significa que a galinha que o produziu comeu muita couve ou espinafre, ricos em clorofila!

A falta de padrão dos ovos orgânicos é uma diferença fundamental entre eles e os ovos caipiras, de galinhas criadas soltas, mas sem certificação orgânica, e os ovos convencionais. As galinhas caipiras orgânicas recebem uma alimentação orgânica e natural, livre de transgênicos e agrotóxicos. Já as galinhas caipiras comuns recebem alimentação com pigmentação e outras substâncias, além de sementes transgênicas, o que resulta na padronização da coloração da gema e das cascas, que são sempre uniformes – e essas substâncias e pigmentos acabam sendo ingeridos por nós. Além disso, as galinhas orgânicas não recebem qualquer tipo de antibiótico ou tratamento indutor de crescimento. Elas recebem apenas a chamada vacina de entrada, obrigatória pela Anvisa, e, caso adoeçam, são tratadas com vermífugos naturais, homeopatia e florais. Outra diferença entre os ovos orgânicos e os outros é o preço. A ração orgânica, além de toda a dedicação à criação e bem-estar das galinhas, é muito custosa, chegando a um preço três vezes maior do que o das rações comuns, o que reflete no valor de mercado dos ovos.

Desde que a parceria com a Orgânicos in Box começou, a Oka aumentou consideravelmente sua produção de ovos para suprir a demanda de nossos clientes. Hoje sua criação, que começou com 40 animais, conta com 500 galinhas!

Galinhas da Monica, produtora de ovos da Orgânicos in Box

Por aqui, esperamos que essa parceria seja só o início de uma grande mudança de hábito na rotina alimentar de muitas pessoas. Consumir ovos orgânicos é mais saudável para nós e para o meio ambiente e promove uma vida muito mais digna e feliz para as galinhas poedeiras!

Para conhecer os ovos orgânicos da Oka, acesse nosso mercado.

Faça a sua assinatura Orgânicos in Box e receba produtos desse e de vários outros produtores

Produtos relacionados